terça-feira, novembro 30


quando a cama torna-se leito
o tempo, que regenera
pode tornar-se carrasco
ao invés de aliado

nestes dias
quando o sol brilha lá fora
a janela do quarto,
verte-se em tela

e a pintura fecunda dos dias
inspira mudanças futuras...

Alecsander Mattos

2 comentários:

  1. Conhecii o trabalho de vocês nas ruas e é simplesmentee lindoo ... Parabéns !!!

    Ps: tem poesias q estao no meu orkut até ... ushaushaush

    ResponderExcluir

gostou desse poema? deixe um comentário!
quer falar com os poetas do grupo? utilize os endereços de e-mails no blog, e no caderno de poesias.
obrigado